A

ABSOLAR: Associação Brasileira da Energia Solar Fotovoltaica: congrega empresas de toda a cadeia produtiva do setor fotovoltaico (FV) com operações no Brasil.

ABGD: Associação Brasileira de Geração Distribuída – Reúne empresas com atuação direta ou indireta na geração distribuída oriunda de fontes renováveis.

ABNTNBR 5410: norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas sobre instalações elétricas de baixa tensão, incluindo fotovoltaicas.

Ângulo de incidência: o ângulo que um raio de sol faz com uma linha perpendicular à superfície. Por exemplo, a superfície enfrenta de forma direta o sol e possui o ângulo de incidência solar igual a zero, no entanto, se a mesma estiver paralela ao sol e atinge um telhado em linha horizontal, seu ângulo será 90 °.

Ângulo do zênite: o ângulo entre a direção do interesse (do sol, por exemplo) e o zênite (diretamente acima da cabeça).

Amperes (amp): uma unidade de corrente elétrica ou taxa de fluxo de elétrons. Um volt através de um ohm de resistência causa um fluxo de corrente de um ampere.

Arranjo fotovoltaico: conjunto de placas solares, interligados em uma mesma estrutura. Também é chamado de “array”.

Autossuficiência energética: produzir sua própria energia. Simples assim. Com a instalação de um sistema fotovoltaico, o seu imóvel se torna independente em termos de energia. Você passa a ser o gerador da própria energia. Ajuda o próprio bolso, pois passa a pagar uma miséria na conta de luz, e colabora com a sustentabilidade do planeta.

Autoconsumo remoto: modalidade de utilização de crédito na qual o consumidor pode abater o consumo de unidades situadas em diferentes locais, desde que tenha o mesmo titular.

B

Bandeira tarifária: escala utilizada pelo Governo para informar a cobrança de energia elétrica para os consumidores, considerando o custo para geração de energia elétrica no período. Existem três fases: Bandeira verde, quando há condições favoráveis para a geração de energia e não há acréscimo na tarifa; Bandeira Amarela, quando as condições são menos favoráveis para geração de energia elétrica e há acréscimo na tarifa a cada 100 Quilowatt-hora (KWH); Bandeira Vermelha 1 e 2, que significa condições mais custosas para geração e há um acréscimo ainda maior na tarifa por 100 Quilowatt-hora (KWH).

Bateria estacionária: bateria que armazena quantidade constante de corrente por um longo período de tempo, também é chamada de bateria solar.

BIPV: do Inglês Building Integrated PhotoVoltaics, significa Sistemas Fotovoltaicos Integrados. É a técnica que incorpora células fotovoltaicas em projetos da construção civil e arquitetura.

BOS: do Inglês Balance of System, significa Equilíbrio do Sistema. Representa o conjunto de componentes, como cabos, fios, proteções, antenas, chicotes elétricos e estruturas, exceto módulos e inversores solares.

C

Célula fotovoltaica: dispositivo elétrico capaz de converter a energia da luz do Sol em eletricidade, também é chamado de célula solar ou célula de energia solar. Item que compõe o módulo solar.

Compensação de energia: geração de créditos de energia excedente a serem consumidos em até 5 anos.

Concessionária: empresa que atua na transmissão, geração e distribuição de energia elétrica. Cada região é atendida por uma empresa diferente, por exemplo:

SP AES Eletropaulo, CPFL, EDP, Elektro;

RJ Enel, Energisa, Light, Ceres;

MG Cemig, DME, Energisa;

DF CEB;

SC Celesc;

GO Celg;

RS CEEE;

PR Copel.

Controlador de carga: item que faz parte do bloco de condicionamento de potência de um sistema fotovoltaico off grid. Serve para controlar a voltagem no processo de carga e descarga das baterias, evitando sobrecargas ou descargas excessivas.

Corrente de carga (A): a corrente requerida pelo dispositivo elétrico.

Crédito de energia solar: é o resultado de uma geração de energia elétrica superior à demanda da unidade consumidora, que injeta o excedente na rede da distribuidora via micro ou mini geração distribuída. A distribuidora irá fazer um cálculo para compensar a energia injetada e a energia consumida. O crédito é o valor a ser abatido da conta de energia.

E

Energia limpa: tipo de energia que não gera resíduos, nem gases poluentes, durante seu processo de produção e consumo.

Energia renovável: energia proveniente de fontes naturais capazes de se regenerar.

Energia solar: energia obtida através da conversão da luz solar em eletricidade, por efeito fotovoltaico.

F

Fotovoltaico:que desenvolve força eletromotriz pela ação da luz. Efeito de conversão da luz em eletricidade.

G

Geração centralizada: geração de energia elétrica por grandes fontes geradoras, como usinas solares de grande porte.

Geração compartilhada: modalidade de geração de energia que possibilita diversos interessados se juntarem em um único consórcio ou cooperativa para redução das faturas dos membros do grupo.

Geração distribuída: sistemas de geração de energia fotovoltaica conectados à rede de distribuição de energia elétrica. Também são chamados de on-grid ou Grid-Tie.

Geração isolada: sistemas de geração de energia fotovoltaica que não são conectados à rede elétrica da concessionária. Também são chamados de off-grid.

H

HSP: Horas de Sol Pico são os horários identificados no Atlas Brasileiro de Energia Solar como maior índice de quilowatts hora (kWh) por m² durante o dia.

I

Inversor solar ou conversor de energia solar: equipamento destinado a converter a energia elétrica produzida pelos painéis solares de corrente contínua para corrente alternada.

K

Kit de energia solar: equipamentos necessários para montagem de um sistema fotovoltaico residencial. Contém painéis solares, inversor solar, estrutura de fixação, cabeamento e conectores.

kW: quilowatt, unidade de potência.

kWh: unidade de energia elétrica. É a grandeza cujo consumo é cobrado nas contas de energia elétrica.

M

Manutenção corretiva: correção de defeitos e reparos de danos no sistema de energia solar.

Manutenção preditiva: observação e análise do sistema solar fotovoltaico para manter o seu desempenho máximo. Consiste em inspeção visual periódica no painel solar e acompanhamento frequentemente dos índices de desempenho do sistema.

Material elétrico: fios, cabos, disjuntor, interruptor, adaptador, extensão, tomada, eletrodutos, transformador e soquete.

Medidor bidirecional: de tamanho parecido com o quadro geral, o aparelho mede a quantidade de energia injetada na rede e a energia consumida pela rede.

Medidor de energia: relógio que registra o consumo de energia elétrica, situado dentro do padrão de energia, mas com a capacidade de registrar a energia que é vendida ou emprestada à concessionária.

Microgeração: pequena central geradora de energia elétrica com potência instalada menor ou igual a 100 kW, que utiliza fontes renováveis de energia, como a energia solar.

Minigeração: pequena central geradora de energia elétrica com potência instalada superior a 100 kW e menor ou igual a 1 MW, que utiliza fontes renováveis de energia, como a energia solar.

MW: megawatt, unidade de potência.

P

Painel solar: instalado no telhado do imóvel (aquele módulo azulzinho que você vê por aí), são células fotovoltaicas que convertem a luz do sol em eletricidade de corrente contínua (a menos convencional no sistema elétrico). Esta conversão ocorre com força em dias ensolarados. Em dias nublados ou chuvosos, a conversão ocorre, mas com menor intensidade.

Potência demandada: soma de toda potência necessária para o pleno uso dos equipamentos que, em determinado período de tempo, o consumidor esteja utilizando.

Potência instalada: soma da potência máxima dos módulos em um sistema. É comumente expressa em kWp.

Q

Quadro geral de distribuição: equipamento elétrico que recebe a energia elétrica de uma ou mais fontes de alimentação e as distribui em um ou mais circuitos, também é chamado de caixa de fusíveis ou quadro de luz.

R

Radiação solar: é a luz solar, energia emitida pelo Sol, sob a forma de radiação eletromagnética.

Rede de distribuição: rede destinada a distribuir energia elétrica da concessionária, formada de postes e cabos elétricos espalhados nos campos e cidades.

Resolução Normativa 482: ao administrativo normativo da ANEEL que estabelece normas e procedimentos para micro e minigeração de energia elétrica.

S

Sistema de aquecimento solar: sistema que usa energia térmica através da radiação solar, também é chamado de sistema térmico solar.

Sistema de monitoramento: sistema com o qual o  usuário pode acompanhar em tempo real a geração de energia do sistema fotovoltaico.

Sistema fotovoltaico: composto basicamente por painéis fotovoltaicos e inversor, o sistema fotovoltaico é o corpo e a alma da geração de energia solar. Instalado no imóvel, é o responsável por produzir a energia oriunda da luminosidade do sol e tornar o local independente energeticamente.

Sistema modular: sistema que pode ser dimensionado conforme a necessidade do cliente, com flexibilidade para customização e expansão.

T

Tensão: a quantidade de força eletromotriz, medida em volts, que existe entre dois pontos.

U

Unidade consumidora: edificação que utiliza energia elétrica.

Usina solar: estrutura composta por vários painéis fotovoltaicos para geração de energia elétrica em grande escala.

Deixe seu comentário

You must be logged in to post a comment.

WhatsApp Chat
Enviar